sexta-feira, 17 de abril de 2015

Bandidos mantêm dezesseis pessoas reféns por duas horas

Na tarde de ontem, três criminosos invadiram uma clínica médica no bairro Santa Rita e promoveram momentos de terror aos profissionais e pacientes. Momentos após a invasão dos criminosos, um dos proprietários, o qual não estava no local, foi informado do que estava acontecendo e abordou uma viatura do 6º Batalhão da Polícia Militar que passava às proximidades relatando o caso em andamento.
A equipe do batalhão de área, comandada pelo Sgt César, rapidamente chegou no local do sinistro.
  "Aparentemente estava tranquilo, visto pelo lado de fora do estabelecimento, mas quando tentamos adentrar na clínica, percebemos a movimentação estranha das pessoas no interior, onde uma delas estava sentada no chão e apresentava um semblante de pânico. De repente um dos criminosos apareceu por uma porta e já efetuou disparos de arma de fogo contra nossa equipe e fugiu para os fundos do prédio". Disse o Sargento Cesar.
Instalou-se a crise a partir desse momento, pois os seguidos foram conduzidos segundo diretrizes para o atendimento para esse tipo de ocorrência, como a contenção dos criminosos no local, o pedido de apoio da unidade especializada e a estabilização da relação de comunicação entre os criminosos e a polícia. As negociações transcorreram normalmente e com o tempo reduzido em aproximadamente duas horas, do início até o momento da rendição.
Dos três criminosos, dois, mantiveram dezesseis pessoas em carcere privado. Diogo Gonçalves Mourão, 19anos, vulgo Dieguinho e Washington Shidrinho Penha Fonseca, 25 anos, ambos foragidos da penitênciária, sendo que Dieguinho estava com dois mandados de prisão em aberto pela prática de roubo.
Após a rendição e libertação das vítimas, a equipe de assalto do BOPE fez buscas aos arredores e conseguiu localizar o terceiro envolvido, o Jhonatan de Oliveira Aviz, 22 anos, vulgo Bola, com dinheiro e vários pertences das vítimas. Este foi o bandido que atirou nos policiais logo na chegada, fugiu pelos fundos da clinica e estava escondido no telhado do mesmo prédio.


segunda-feira, 13 de abril de 2015

Foragido da justiça reage com arma de fogo à abordagem do BOPE

Na tarde de hoje uma equipe do BOPE deslocava para averiguar suposta ocorrência vias de fato, repassada pelo CIODES na Avenida Angelim, via pública, bairro Ipê. No trajeto, os policiais receberam um informe, através da Central BOPE, de que haveria um foragido da penitenciária às proximidades daquele logradouro, em uma residência de número 523, local pra onde a equipe foi direcionada após a não confirmação da ocorrência de Vias de Fato.
Ao abordar a residência onde o foragido estava homiziado, este resistiu com o uso de uma arma de fogo, atirando na equipe policial, que por sua vez defendeu-se com disparos proporcionais à injusta agressão.
O criminoso foi atingido e, imediatamente, conduzido pelos policiais na viatura do BOPE para atendimento de emergência no hospital mais próximo, o Hospital de Emergências de Macapá, onde fora confirmado sua identidade como sendo Joelson Rocha Ardasse, 29 anos, o qual estava foragido desde o último dia 12 de abril do corrente.
Joelson Rocha deu entrada pela primeira vez no Instituto de Administração Penitenciária em janeiro de 2011 pela prática do roubo, saiu em liberdade provisória em novembro do mesmo e deu nova entrada na cadeia em agosto de 2013 pelo Artigo 16 do Estatuto do Desarmamento.
O Estatuto do Desarmamento dispõe sobre registro, posse e comercialização de amas de fogo e munição.

"Art. 16. Possuir, deter, portar, adquirir, fornecer, receber, ter em depósito, transportar, ceder, ainda que gratuitamente, emprestar, remeter, empregar, manter sob sua guarda ou ocultar arma de fogo, acessório ou munição de uso proibido ou restrito, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar."

sábado, 28 de fevereiro de 2015

"Regi", criminoso do Bairro Marabaixo, atira em Policiais do BOPE

Na manhã de hoje (28), policiais do BOPE patrulhavam o bairro Marabaixo quando foram informados que um dos homens que lideravam as quadrilhas de roubo naquele setor, estaria em um logradouro, conhecido como linha B, próximo à área de mata. As denúncias a respeito da quadrilha que agia naquele bairro roubando residências com o uso de armas de fogo e abusos sexuais são inúmeras, pois, além de serem denunciados através do 190, também o eram pelo telefone do BOPE 32121510 e WhatSapp 991272498.
Reginaldo Gomes Coutinho, vulgo Regi, era o criminoso mais citado nas denúncias devido seu perfil psicológico durante as práticas delituosas, principalmente nos roubos à residência. Recentemente, Regi, foi pronunciado e sentenciado pela justiça do Amapá pelas tentativas de homicídio e estupro. Fato ocorrido durante um roubo à residência no bairro Marabaixo, em Abril de 2013.
O criminoso denunciado foi avistado pelos policiais às margens da "Linha B", e quando os policiais iniciaram o procedimento de abordagem, o marginal correu em direção da área de mata, como era de seu costume, e, de dentro do matagal, efetuou disparos de sua arma de fogo contra a equipe do BOPE. Os policias adentraram à mata, e, em meio aos disparos do agressor, responderam proporcionalmente até que que cessasse a agressão, momento em que se aproximaram e constataram o ferimento no criminoso, que foi socorrido até o hospital de emergência ainda com vida, vindo à óbito momentos depois do atendimento.
 

sábado, 21 de fevereiro de 2015

No Muca: BOPE prende homem com 5kg de Maconha

No dia 18/02, uma equipe do BOPE trafegava em patrulha no bairro Muca, zona Sul de Macapá, quando deparou-se com um homem em atitude suspeita numa motocicleta, estacionado na praça daquele bairro. Ao avistar os policiais, o homem tentou empreender fuga, porém logo foi alcançado pelos policiais que deram ordem de parada e, em seguida, realizaram a busca pessoal, ocasião que fora encontrado em uma bolsa infantil, que o suspeito portava, vários tabletes de substâncias entorpecentes, provavelmente do tipo Maconha. 
Tiago dos Santos de Sá, o suspeito, relatou, à respeito das drogas, aos policiais que entregaria a bolsa, com o ilícito, no bairro Nova Esperança, onde teria um comparsa aguardando a entrega para a distribuição.
Diante dos fatos, Tiago foi apresentado com seus pertences: 5kg de Maconha; uma motocicleta Honda Fan, de cor Vermelha, NEU 4437,  no CIOSP/Pacoval para a autoridade plantonista, que lavrou o flagrante por tráfico.
 

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Em Oiapoque homem atira contra equipe do BOPE

 
Uma equipe de CHOQUE/BOPE, que está no município de Oiapoque, foi informada por populares de que um homem conhecido pela alcunha "Pica pau", estaria em um bar localizado no fim da Rua Presidente Kennedy, no bairro nova esperança, e que aquele denunciado era conhecido da polícia pela prática de roubo.
Conforme o Banco Nacional de Mandado de Prisão (BNMP), através do Concelho Nacional de Justiça (CNJ), Jeferson de Sousa Santos, 23a, vulgo "Pica Pau". De posse da informações passadas pelos populares, os policias saíram em diligências com o intuito de localizar e apresentar o acusado à autoridade policial.
Confirmaram, logo na chegada ao endereço indicado, que Pica Pau estava ali, e procederam então a abordagem, porém o criminoso não obedeceu às ordens dos policiais e sacou de um revolver que estava escondido na cintura e disparou contra a equipe do BOPE. Os policiais, proporcionalmente, revidaram à injusta agressão, o criminoso foi alvejado na região do abdômen e imediatamente socorrido pelos policiais até o hospital mais próximo, onde, veio à óbito. 
 

 

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Eletroeletrônicos, dinheiro e drogas são apreendidos com traficantes pelo BOPE

Na zona norte de Macapá, uma equipe do BOPE (GIRO) fazia rondas em um logradouro conhecido pelos policiais pela venda e consumo de drogas, Canal do Jandiá, quando, em uma abordagem, à três homens em atitude suspeita, foram encontradas substâncias entorpecentes. Os suspeitos são Jelton Ferreira Gomes, 23; Claudemir Silva dos Santos, 28 e Silvestre Alves Pereira, 25. 
Em seguida, os policias acionaram o CANIL do BOPE, pois havia fortes indícios de existirem mais drogas naquele local, e, com a ajuda da cadela Maia, foram encontrados mais entorpecentes dentro da residência de um dos suspeitos, bem como vários objetos eletroeletrônicos do tipo Tv"s de plasma, vídeo game e celulares, além da balança de precisão, usada para pesar a droga embalada e a quantia de R$ 230 Reais.
Os criminosos foram apresentados no Ciosp/Pacoval, onde foi lavrado o flagrante.
 
 


 

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Assaltante morre após troca de tiros com o GIRO/BOPE



 
A equipe do GIRO, Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva, estava em patrulhamento no bairro Infraero II quando um funcionário de uma loja de materiais de construções chamou os policiais denunciando que acabara de acontecer um roubo naquele estabelecimento.
As vítimas informaram aos policiais as características dos criminosos, da motocicleta e o rumo que tomaram. Em seguida, os policiais saíram em diligências pelas proximidades e foram informados pela Central de Operações que, ali próximo, viaturas do 2º Batalhão da Polícia Militar fechavam perímetros por onde os acusados do roubo tentavam fugir.
Ainda em fuga os criminosos abandonaram a motocicleta e tentaram invadir residências com o intuito de tomarem moradores como reféns, porém os moradores perceberam e conseguiram fugir ou trancarem em tempo suas casas.
Invadiram a casa localizada na Avenida Marechal Carlos Gomes, 300, mas a moradora conseguiu sair, e os policiais adentraram na tentativa de capturar os criminosos, porém os bandidos atiraram contra os policiais, que responderam à agressão alvejando o criminoso.
 
Antônio Germano dos Santos, 18 anos, vulgo Neyzinho, portava um revolver calibre 38 com cinco munições, destas, duas foram deflagradas. Ele foi levado pelos policiais para o hospital de emergências para atendimento de urgência, onde a equipe médica atestou seu óbito.
A motocicleta utilizada pelos bandidos havia sido roubada há poucos dias e o proprietário reconheceu Neyzinho como sendo o assaltante que roubou sua motocicleta com o uso de arma de fogo.